principal                     
 

produtos                     
 

prospectos                     
 

fale conosco                 
 


 

   Sistema GPR SIR-4000 para investigação não-destrutiva do solo e do concreto.

 

   


O SIR® 4000 é o primeiro sistema de alto desempenho para a aquisição de dados GPR da GSSI que foi projetado para operar com antenas analógicas e digitais. Esse avanço evolucionário permite versatilidade e flexibilidade reais para um grande número de usuários, sejam iniciantes ou experientes, em muitas aplicações.

O SIR 4000 oferece modos avançados de exibição e filtragem para processamento de dados e análise de imagens no campo. O sistema é totalmente integrado e possui uma interface amigável com o usuário, integração automática com GPS e a capacidade de transferir dados por WiFi.

Equipamento ideal para muitas aplicações; funções incorporadas ao sistema para identificação de objetos no subsolo, inspeção de concreto, aplicações em mineração e geologia, levantamentos ambientais, arqueologia e perícia criminal.

VANTAGENS:

  • Flexibilidade geral do sistema – compatível com todas as antenas da GSSI (analógicas ou digitais)

  • Interface gráfica interativa simples e amigável

  • Armazenamento interno de dados de 32GB

  • Tela de LED de alta resolução com 10,4” (26,4 cm)

  • Gravador embutido de dados de GPS

  • Filtros de última geração, agindo em tempo real

  • Razão de transmissão de até 800 KHz

  • Formatação de saída de dados de 32 bits

  • Banda máxima de tempo de 20.000 nanosegundos

  • Transferência de arquivos por WiFi ou Ethernet

  • Garantia de 2 anos

  • Atende às exigências da FCC, UE e RSS-220

 

 


 

A NOVA INTERFACE DO USUÁRIO


Tela inicial do SIR 4000

O SIR® 4000 oferece ao usuário uma nova e melhor interface. A tela inicial é muito simples de entender e navegar e permite que os usuários iniciem as aplicações referentes a módulos específicos, verifiquem as últimas configurações, iniciem novos projetos ou examinem os dados de projetos anteriores. Além disso, é possível configurar o SIR 4000 de maneira personalizada, alterando o idioma,  as unidades e as cores. Usando o botão giratório ou as teclas de função, o usuário pode selecionar varias opções de menu, com facilidade e eficiência.

Modo Avançado de Aquisição de Dados


Tela do modo avançado de aquisição de dados do SIR 4000

O SIR 4000 incorpora muitas funções novas, incluindo novos modos de exibição e a possibilidade de processamento de dados e imagens no campo. O usuário pode alterar o ganho da exibição em tela e os filtros em ação em tempo real, ao mesmo tempo em que adquire dados. O usuário pode ainda mudar a escala, adicionar marcas de referencia ou personalizar as cores da tela. Entre os filtros disponíveis, estão a comparação hiperbólica para migração de dados, rastreamento da posição na superfície e do piso do sinal, além de remoção controlável de ruídos de fundo.

Um novo modo 3D


Modo Quick 3D do SIR 4000

O modo Quick 3D foi re-projetado para oferecer a possibilidade de adquirir e criar arquivos de dados impressionantes, em 3D. O Quick 3D exibe os dados em tempo real na forma de um cubo tridimensional que pode ser girado, o que permite a completa interpretação dos dados, ainda no campo.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DO GPR SIR-4000


  

   

         INDICE:

 

         Antenas:


Respostas corretas exigem dados de alta qualidade e as antenas são o fator mais importante para a obtenção de dados de alta qualidade com o GPR.  A GSSI tem mais de  30  anos de  experiência em projeto e fabricação de antenas e desenvolveu uma larga gama de antenas que  atendem a uma grande variedade de aplicações.  Todas as antenas da GSSI são inter-cambiáveis entre TODOS os Sistemas SIR.

As antenas da GSSI são resistentes e confiáveis. Suas principais características são:

  • Conectores resistentes, do tipo militar

  • Placas eletrônicas revestidas e seladas

  • Blindagem para eliminar interferências geradas sobre o solo

  • Opera em qualquer temperatura, de -20°C a 50°C

  • Patins de baixo atrito, duráveis e substituíveis

  • Caixas moldadas em plástico de alta densidade, muito resistentes

  • Cabos para trabalhos pesados

                                                                                             voltar ao índce
 

         Opções de Antenas:

   


Frequência central
 


Profundidade
 de penetraçao * (Aproximada)

 Aplicações


2600 MHz
 
0 - 0.4 m  Inspeções em Concreto

2000 Mhz

 
0 - 0.4 m  Inspeções em Concreto

1600 MHz
 
0 - 0.5 m  Inspeções em Concreto

900 MHz
 
0 - 1 m  Inspeções em Concreto, Identificação de Vazios

300 - 800 MHz
(digital)
0 - 6 m Engenharia, Meio Ambiente, Identificação de Vazios

400 MHz
 
0 - 4 m Engenharia, Meio Ambiente, Identificação de Vazios

350 Mhz
(digital - HyperStacking)
0 - 12 m Engenharia, Meio Ambiente, Identificação de Vazios

270 MHz
 
0 - 6 m Geologia, Engenharia, Meio ambiente, Arqueologia

200 MHz
 
0 - 9 m Geologia, Engenharia, Mineração, Meio ambiente, Arqueologia

100 MHz
(opções mono e bi estáticas)
0 - 15 m Geologia, Meio ambiente, Mineração,  Arqueologia

16 - 80 MHz
 
0 - 50 m Geologia

 

 Antenas de transmissão pelo ar - Horn - Air-Launched Antennas:


2.0 GHz
 
0 - 0.75 m Inspeção de Pavimentação de estradas e Lances de Pontes

1.0 GHz
 
0 - 0.9 m Inspeção de Pavimentação de estradas e Lances de Pontes

*A profundidade de penetração pode variar, dependendo das condições do solo.

voltar ao índice

         Descrição dos modelos das antenas da GSSI :

Funcionamento:

A antena transmissora dispara pulsos gerados pelo Sistema SIR e irradia energia eletromagnética para a subsuperfície do meio sendo inspecionado. Essa energia é refletida pelos alvos ou sofre alterações na subsuperfície, e é captada na superfície pela antena receptora.

   Modelo 52600S - 2.6 GHz

 

A antena Modelo 52600S é uma antena de altíssima resolução, usada para inspecionar estruturas de concreto, localização de vergalhões, cabos e conduites.

 


 



 

 

Modelo 51600S - 1.6 GHz

A antena Modelo 51600S é uma antena de alta resolução, usada para inspecionar estruturas de concreto e estradas.

  • Resolução perfeita de dados em investigações de concreto

  • Usada para localizar objetos incrustados em concreto, como vergalhões e conduítes

  • Mapeia a espessura do concreto e do revestimento

  • Projetada especialmente para acessar áreas pequenas

  • Utilizada ainda para outras aplicações de alta resolução em investigações rasas do subsolo
     

 
 
 

Model 3101A - 900 MHz

Esta antena de alta resolução foi projetada para aplicações de pouca penetração, até 1 metro (3 pés)

  • Seus usos incluem identificação de ocos, medidas da espessura de placas de concreto,  e localização de tubulação rasa
     

  • Pode ser usada também na identificação de vergalhões onde o tamanho da antena não cause impedimento

 


Modelo 50400S - 400 MHz

A antena Modelo 50400S é ideal para aplicações rasas (até 3 metros) de engenharia e meio ambiente.

Localiza tubulações e fiação no subsolo, latões enterrados e tanques subterrâneos de armazenamento.

  • Identifica profundidade e localização de todos os objetos usados em construção, tais como manilhas de concreto, butijões plásticos e tanques de fibra de vidro
     

  • Identifica ocos sob estruturas tais como estradas, pistas de pouso e prédios

     


Modelo 50270S - 270 MHz

O Modelo  50270S é especialmente indicado para aplicações mais profundas na localização de redes de água, eletricidade e outras, assim como para levantamentos de engenharia e de geotecnia, tais como:

  • localizar latões e tanques enterrados;

  • identificar a localização e a profundidade de objetos remanescentes de
    construção civil como manilhas de concreto, latões plásticos e tanques de fibra de
    vidro;

  • localizar redes e outras construções situadas a maiores profundidades.


   

Modelo 5106A - 200 MHz

A antena Modelo 5106A pode ser usada para aplicações similares às do Modelo 50270S mas, como sua freqüência é mais baixa, o sinal tem mais penetração (até 9 metros). Ideal para aplicações em geotécnia.

  • Localiza tubos e fiação colocados a maiores profundidades
      

  • Identifica caraterísticas geológicas tais como rocha básica, lençóis freáticos e matacões, antes de uma escavação
       

  • Mapeia aterros, valas funerárias comuns e lagoas assoreadas, para projetos de avaliação ambiental de sítios


Modelo 3207AP - 100 MHz (monoestática)
                  3207F - 100 MHz (bistática)

O Modelo 3207 é uma antena dupla,  versátil,  que pode ser operada em três configurações para otimizar seu desempenho.

  • Utiliza transmissores de alta potência para máxima penetração

  • Opera em modo monostático  e em dois modos bistático .

  • Coleta medidas de profundidade comum para análise de velocidade

  • As antenas são blindadas para eliminar interferências externas

A antena Modelo 3207 oferece perfilagem profunda em áreas restritas onde o acesso é difícil..

  • As aplicações monostáticas são realizadas com a utilização de um receptor-transmissor (recebe e transmite através do mesmo pino de ligação) que fica no corpo de uma das antenas

Model 3207 100 MHz Antenna
Antena 100 Mhz - bistática


Antena de 100 Mhz - monostática


Modelo 3200 MLF - 16 - 80 MHz

A antena múltipla de baixa freqüência,  Modelo 3200 MLF, foi projetada para a maior penetração possível do Radar de Interface com a Subsuperfície.

  • A antena é composta por elementos intercambiáveis – alterando o comprimento da antena, é possível mudar a freqüência de transmissão
      

  • Duas caixas seladas de plástico contêm e protegem os elementos eletrônicos do transmissor e do receptor, assim como as baterias para disparo através de fibra ótica
       

  • Projetada para facilidade de utilização em locais distantes, a antena Modelo 3200 MLF pode ser configurada para aquisição de dados em medidas discretas (empilhamento) ou para perfilagem contínua  


 


Antena Corneta 42000S ( Horn )  - 2000 MHz

A alta freqüência  desta antena de 2.0 GHz oferece a melhor resolução de toda a indústria. Ela permite que se obtenha as mais claras e precisas medidas das diferenças de espessura do pavimento, devidas ao desgaste.

  • Permite avaliar a espessura da camada de aderência da pavimentação, bem como das camadas de base e sub-base

  • A antena não precisa estar em contato com o solo, permitindo assim a execução de levantamentos a velocidades de autopista

  • Não é preciso fechar uma faixa da rodovia para adquirir os dados.

    Prospecto:
    Sistema GPR com antena Horn para Rodovias

Antena modelo 42000s


Antena Corneta 41000S ( Horn )  - 1000 MHz

A Antena Corneta 41000S (de transmissão por ar) atende às especificações do Instituto de Transportes do Texas para aplicações de Sistemas GPR em auto-estradas.

  • Espessura do pavimento

  • Avaliação das condições das estradas

  • Os dados d pavimento podem ser adquiridos a velocidades de auto-estrad

    voltar ao índice
    voltar a tabela


 


 

          Acessórios:
 

   


Suporte para unidade central

Suporte para carregar o SIR-4000
( Carry Harness)


 

          Aplicações para antenas de 900 - 2600 Mhz:

 
 


Profissionais de concreto e da construção civil usam o radar de penetração no solo (GPR) para localizar, à distância, as estruturas existentes no interior do concreto, antes de perfurá-lo, cortá-lo ou colher amostras. Os alvos são localizados em tempo real e basta um acesso por um dos lados do bloco de concreto.

 

 

 

 

     Vista em 3D (figura de cima) mostrando
     um trançado de vergalhões de 6 polegadas
     no centro, com um alvo (em azul) colado a
     uma das barras. Seção em 2D (figura de
     baixo) mostrando as duas camadas de
     vergalhões.


 

Seção interpretada


 
 

Encontre conduítes em blocos de concreto, usando GPR

Descubra o que está sob a superfície antes de cortar ou tirar amostras de blocos de concreto. O equipamento StructureScan permite às pessoas que lidam com concreto a identificação segura dos conduítes existentes no interior do bloco, evitando assim tentativas que podem levar a grandes prejuízos ou mesmo envolverem perigo.

 

 

 

      Esta seção mostra vários conduítes plásticos e de metal dentro de uma
      viga suspensa.  Note como a superfície inferior da viga aparece
      claramente no perfil.

voltar ao índice


 

 

Use o GPR para estabelecer a localização e a profundidade de cabos pós-tensionados dentro de um bloco de concreto

O StructureScan ajuda AS EMPRESAS DE Construção civil e os inspetores de concreto a determinar a posição e a profundidade de cabos pós-tensionados. Use o StructureScan para identificar as características da área sob pesquisa, como o local em que os cabos se unem, aumentando assim a segurança.

 
 

     Acima, perfil em 2D obtido com dados coletados com uma antena de
    1.600 MHz. O dados são de uma placa de concreto armado com vergalhões,
    conjuntos de pós-tensão e a parte inferior da placa, bem definida.

.


 

 

Meça a espessura de uma placa de concreto, usando o GPR

Tanto empresas de construção civil como engenheiros usam o StructureScan para determinar a espessura de vigas de concreto suspensas ou em ângulo.
 


         Dados em 2D colhidos com uma antena de 1.600 MHz.
         A seção mostra, com boa definição, a base de uma viga
         suspensa
.

voltar ao índice


 


Detecte vazios em blocos de concreto com o GPR

Engenheiros e outras pessoas que lidam com concreto estão sempre à procura de vazios que podem afetar a estabilidade estrutural de blocos de concreto.
 
 

     Dados colhidos com uma antena de 900 MHz.


 

 

Use o GPR para determinar as condições do concreto

A espessura da camada de cobertura é dado importante para que engenheiros e profissionais de concreto determinem se a estrutura metálica embutida está protegida dos efeitos do meio ambiente, identificando ainda locais onde a cobertura não cumpre as especificações.
 

 

      Este conjunto de dados mostra a profundidade dos vergalhões dentro
      de um bloco de concreto. Os dados foram obtidos com uma antena de
      1600 MHz.

                                                             voltar ao índice


Struture Scan Mini:

   

      
StrutureScan Mini - sistema integrado para inspeção de concreto com antenas de 1600 Mhz e 2600 Mhz

Prospecto: Struture Scan Mini


Rodovias:

 

O GPR permite obter os dados sobre rodovias mais precisos do mercado

Empresas de construção de rodovias, engenheiros e departamentos estaduais e federais de transporte necessitam de um método seguro, confiável e não-destrutivo de avaliação das condições de rodovias, para planejar sua preservação ou reabilitação. O radar de penetração no solo oferece a seus usuários uma maneira rápida e eficaz de determinar as espessuras das camadas que compõem a rodovia. O GPR permite a avaliação das camadas de base e sub-base com uma densidade de dados coletados que não pode ser obtida por métodos de mão-de-obra intensiva como a coleta de amostras físicas.


Veículo de testes não destrutivos de pistas de pouso do FAA ( Federal Aviation Administration)
 dos Estados Unidos utilizando GPR da GSSI com antena HORN.

 

 
 

O GPR dimensiona a espessura do pavimento a altas velocidades

O sistema RoadScan da GSSI utiliza antenas tipo corneta ( horn ), sem contato com o solo, que permitem a coleta de dados a velocidades normais de trânsito em rodovias, o que evita o fechamento de faixas de rolamento. Com esse equipamento é possível adquirir dados da espessura do pavimento em centenas de quilômetros de rodovia, em apenas um dia.
 

 


Antenas Horn - 2 e 1 GHz


 Data dropped in Google Earth™

          A seção acima mostra dados em 2D, obtidos com um GPR, prontos
          para  integração por FWD.

voltar ao índice


 

 

Uso do GPR para localização de vazios em rodovias

Empresas de construção de rodovias, engenheiros e departamentos estaduais e federais de transporte podem
   utilizar o radar de penetração no solo (GPR) para identificar e cubar vazios existentes sob o pavimento das rodovias.
 
 
   
 

As seções acima representam um vazio de grandes dimensões sob uma
rodovia pavimentada com concreto. É possível notar que os vergalhões
cederam, sobre o vazio. Os dados foram adquiridos com uma antena de
900 MHz.

 

   
 

          Aplicações para antenas de 400 - 900 Mhz

 
 


Uso do GPR para localizar e mapear tubulações e cabos enterrados

Empresas e profissionais que necessitam saber a correta posição, no subsolo, de tubulações metálicas e não-metáicas, podem fazê-lo em tempo real com o uso do UtilityScan da GSSI. O GPR permite uma melhor visualização de alvos e barreiras existentes no subsolo.
 

 

      Seção mostrando dois tubos de PVC. Os dados foram colhidos com um
      uma antena de 400 MHz.


 


O GPR permite identificar cavidades no subsolo

Empresas de construção civil, engenheiros e departamentos federais e estaduais de rodovias podem utilizar o radar de penetração no solo para identificar e dimensionar cavidades sob a superfície.
 

 

      A seção acima mostra uma cavidades sob uma rodovia. Dados obtidos
     com o equipamento UtilityScan da GSSI.
     

 voltar ao índice


 


O Radar de Penetração no Solo da GSSI permite localizar conjuntos de tubos de empresas de água, telefones ou de eletricidade

Funcionários de empresas de serviços, pesquisadores e firmas de engenharia podem descobrir a posição e a profundidade de conjuntos de tubos no subsolo.
 
 

      Seção em 2D mostrando um conjunto de tubos de 5 empresas de
      serviços. Também aparecem sinais da vala escavada para enterrar
      os tubos. Dados colhidos com um sistema UtilityScan, usando uma
      antena de 400 MHz.
    


 

 

Localize Tanques Subterrâneos com o GPR

Empresas de construção, engenheiros e empresas de serviços podem usar o radar de penetração no solo para localizar, com precisão, tanques subterrâneos e sua respectiva tubulação.
 

 

      Seção em 2D data mostrando vários tanques subterrâneos.
      Dados obtidos com antena de 400 MHz.

                                                voltar ao índce


   
 

          Aplicações para antenas de 16 - 400 Mhz:

 
 


Use um GPR para saber o que há no subsolo

O radar de penetração no solo é um instrumento preciso e não destrutivo que permite mapear o subsolo. Usando as antenas de GPR da GSSI,  é fácil localizar alvos de interesse e camadas da sub-superfície, em tempo real, até profundidades de 30 ou mais metros. Além da solução GPR, a GSSI vende o melhor, mais moderno e mais confiável sistema EM de perfilagem, o preferido por geólogos, engenheiros e cientistas de todo o mundo.

Use o GPR para mapear lençóis freáticos

Os hidrogeólogos usam o GPR para determinar a profundidade de lençóis freáticos e prever rotas possíveis para o fluxo da água no subsolo.
 

 
      Perfil obtido com um SIR-2 acoplado a uma
     antena de 100 MHz, indicando a interface
     bem definida de um lençol freático e o
     assentamento estratigráfico cruzado
.


 


Use o GPR para obter informação da rocha básica ( Bedrock ).

Geólogos e empresas especializadas necessitam de informação sobre a rocha básica ( bedrock ) para planejar construções e identificar rotas possíveis para o fluxo da água no subsolo. Os sistemas de radar de penetração no solo da GSSI oferecem um método rápido e de baixo custo para a coleta de grande volume de informação sobre a rocha básica.
 

 

 
     Perfil de GPR obtido com uma antena de
    100 MHz, mostrando uma interface bem
    definida com a rocha básica ( bedrock )


 


Faça medições de batimetria com um GPR

Os geólogos usam dados batimétricos para investigar sedimentos macios sob o fundo de rios e lagos, bem como para investigar alvos submersos. O GPR pode ser usado para realizar levantamentos estratigráficos do sub-fundo e para localizar alvos submersos, tanto naturais como exóticos.
 

 


      Dados colhidos com uma antena de 200 MHz, mostrando a estratigrafia
      rasa de sub-fundo, areia e camas de cascalho, além da interface com a
      rocha básica.


 


Localize áreas sujeitas a colapsos com o GPR

   Os geólogos usam o GPR para identificar colapsos subterrâneos e características ligadas a áreas sob efeito karst.
 

 

     

     Perfil de GPR colhido na região central da Flórida, com uma antena
     de 200 MHz, mostrando uma grande área de falha, um horizonte
     de rocha básica calcária e a estratigrafia típica sobre a falha. Observe na
     fotografia à esquerda o uso da “survey wheel” para a correta plotagem
     dos dados.


 


Mapeamento do subsolo usando GPR

Os geólogos se utilizam do GPR para examinar problemas complexos no subsolo, como a estratigrafia. Além disso, camadas finas e depósitos cruzados são facilmente identificados.

 

 



 


 



      Perfil que mostra uma complexa estratigrafia glacio-fluvial, depositada por
      atividade glacial, obtido com uma antena de 200 MHz.


 


Seção obtida com um GPR SIR-4000 com antena de 200 Mhz


 


 

Uso do GPR em Investigações Arqueológicas

Arqueólogos de todo o mundo usam os sistemas GPR e de EM da GSSI para localizar áreas a serem escavadas.
Esses instrumentos são muito indicados no caso de investigações rasas e não destrutivas.

 

 

    Amostra não aleatória de uma área grande,
    onde se sabia haver estrurturas de
    interesse arqueológico, em New Hampshire.
    Dados obtidos com uma antenna de 400 MHz.


 

 

GPR utilizado para mapeamento de cemitérios

O GPR da GSSI oferece aos arqueólogos, cientistas e forças policiais um método rápido de levantamento que possibilita a localização de corpos enterrados e de limites de cemitérios.
 

 



 


 



        O perfil em 2D (figura de cima) mostra várias anomalias no solo
        que identificam a localização de restos humanos. A imagem da
        figura de baixo, em 3D,  confirma o local e a profundidade
        aproximada de vários corpos enterrados.
 


 


Manutenção de campos de golfe com o uso do Radar de Penetração no Solo da GSSI

O GPR é ferramenta de grande utilidade para gerentes de campos de golfe, que precisam localizar tubulações de dreno e irrigação e também determinar onde se encontram áreas de saturação de água.
 

 

     Perfil da estrutura interna de um campo de golfe da USGA, mostrando
     uma zona mal  drenada devido ao entupimento de um tubo de drenagem.  
     Dados obtidos com um sistema UtilityScan, usando uma antena de
     400 MHz.
 


 


Mapeie as raízes e analise a saúde de árvores usando o GPR

O radar de penetração no solo da GSSI ajuda os engenheiros florestais a obterem imagens de alta definição e em três dimensões dos sistemas radiculares de árvores. Além disso, o GPR é usado para medir as características de troncos, permitindo a identificação de possíveis infestações por insetos ou fungos que podem afetar a saúde das árvores.
 

 

    Imagem em 3D, criada com o software
    RADAN, mostrando a distribuição da raiz da
    árvore sobre solo arenoso. Dados colhidos
    com uma antena de 400 MHz.


 

 

Localizando manilhas de drenagem com o Radar de Penetração no Solo

A localização de redes de manilhas de drenagem em propriedades rurais é uma tarefa difícil e que toma muito tempo. A solução tradicional é escavar ou usar um ponteiro para determinar onde estão as manilhas. O GPR oferece um método de levantamento muito mais rápido e preciso, para a localizar e mapear as redes de drenagem.
 

 

       O perfil mostra dois conjuntos de manilhas de drenagem, numa fazenda, a
       profundidades distintas. O conjunto superior é de tubos de PVC e o
       inferior  de manilhas de barro.  Dados obtidos com antena de 200 MHz

voltar ao índce


 

Uso do Radar de Penetração no Solo para localizar e rastrear túneis

Patrulhas de fronteiras, agências de segurança e forças policiais em geral usam o radar de penetração no solo para localizar e rastrear túneis ilegais. Dependendo das condições do solo e do diâmetro do túnel, o GPR detecta a profundidade e a rota de túneis cavados bem fundos, no subsolo.
 

 


Túnel cavado a mão bem perto de um tubo de grandes dimensões, localizado ao longo da fronteira sul dos Estados Unidos. Dados colhidos com uma antena de 200 MHz.

voltar ao índce

 


          SIR-30 ( GPR de até 4 canais )

O SIR-30 representa a nova geração de unidades de controle de equipamentos de radar multicanal de alto desempenho. Este sistema pode coletar dados através de até oito canais, simultaneamente, sem comprometer seu desempenho.

O SIR-30 é equipado com filtros avançados e capacidade de exibição gráfica que facilitam o processamento em tempo real, inclusive quanto a migração, posicionamento na superfície, rastreamento do alcance do sinal e remoção controlada de ruído.

É o equipamento ideal para aquisição de dados em alta velocidade para: medida da espessura de calçamento, detecção de cavidades, inspeção de pistas de pouso, detecção da fronteira entre lastro contaminado e lastro limpo e ainda para a detecção de redes de distribuição sob o solo, dentre outras aplicações.

O SIR-30 é usado frequentemente para:
• Inspeção da estrutura de rodovias
• Localização de redes de distribuição sob o solo
• Inspeção de lances livres de pontes
• Inspeção do leito de ferrovias


Vantagens:

• O mais rápido sistema GPR de aquisição de dados do mercado
• Flexibilidade total do sistema – compatível com todas as antenas
   da GSSI
• Interface gráfica simples e fácil de usar
• Armazenamento interno de dados, em estado sólido
• Captador e registrador interno de dados de GPS, ou integração
   com GPS externo
• Controle remoto
• Garantia de dois anos
• Compatível com FCC, CE e RSS-220

For more information:
Sir-30  brochure          GSSI SIR-30 White Paper

 
   
System
Antennas Compatible with all GSSI antennas
Number of Channels Records data from 1 to 4 hardware channels simultaneously
Data Storage Internal memory: 4 channel 500 GB Internal SSD
2 channel 250 GB Internal SSD
GPS data logged internally
Display Modes Linescan and O-scope.
In Linescan display, 256 color bins are used to represent the amplitude and polarity of the signal
Operational Modes Standalone with external monitor and keyboard and also remote command set
Data Acquisition
Data Format RADAN (.dzt)
Scan Rate Interval User-Selectable
 

            
             Output Data Resolution: 32-bit

1-4 Channels @ 100 KHz PRF

Samples

Max Rate (scans/Sec)

256

326

512

178

1024

93

2048

48


 
1-4 Channels @ 730 KHz PRF
Samples
Max Rate (scans/Sec)
256 1375
512 932
1024 563
2048 322
Samples per Scan 256, 512, 1024, 2048
Time Range 0-16,000 nanoseconds full scale, user-selectable
Gain: Manual adjustment from -42 to +126 dB.
Number of segments in gain curve is user-selectable from 1 to 8.
Standard Real-time Filters Linescan and O-scope.
Infinite Impulse Response (IIR) - Low and High Pass, vertical and horizontal
Finite Impulse Response (FIR) - Low and High Pass, vertical and horizontal
Advanced Real-time Filters Migration, Surface Position Tracking, Signal Floor Tracking, Adaptive Background Removal
External Marker Three different inputs/codes: Antenna, Front panel, Accessory connector
Automatic System Setups Linescan and O-scope.
Storage of an unlimited number of system setup files for different survey conditions and/or antenna deployment configurations
Operating
Operating Temperature -10°C to 40°C external (14°F to 104°F)
Power 260W max at 95-250VAC 50/60Hz with the AC supply or 30A max continuous at +10VDC to +28VDC
Transmit Rate Up to 730 KHz (International), Up to 100 KHz (US/Canada)
Input/Output
Available Ports Antenna inputs (2 or 4), Survey wheel, Marker, DC power input, Serial RS232 (GPS port), Sync connector, Accessory connector, HDMI video, Ethernet to PC, 4 USB ports
Mechanical
Dimensions 17.7 x 13 x 5.1 in (45 x 33 x 13 cm)
Weight 18.5 lbs (8.4 kg)
Relative Humidity <95% non-condensing
Storage Temperature -40°C to 60°C

 

 


 

 

    + seções de dados - GPR   

voltar ao índce
 

   

   Prospectos dos equipamentos da GSSI - Geophysical Survey Systems Inc.:
 

 
   
Inspeções em Concreto:
StructureScan Pro
Structurescan Mini
 Mapeamento e Localização
UtilityScan DF com antenas de 300 e 800 Mhz
UtilityScan                                                
UtilityScan Pro
Inspeções em Rodovias e Pontes
RoadScan 30
BridgeScan
Unidade de Controle, Antenas e Software
SIR-30  
SIR-4000                                                   
GSSI Antennas
RADAN

 

 

 

 
 

"Papers":


GSSI White Papers

Noise and Interference Reduction in Air-Launched Antennas used for GPR Evaluation of Roads and Bridges, 
ASNT Fall Conference and Quality Testing Show, Columbus, Ohio, USA, October 19-23, 2009
Non-Destructive Evaluation after Destruction: Using Ground Penetrating Radar for Search and Rescue, NDTCE'09, Non-Destructive Testing in Civil Engineering, Nantes, France, June 30-July 3, 2009
Full-Resolution GPR Imaging Applied to Utility Surveying: Insights from Multi-Polarization Data Obtained over a Test Pit, IWAGPR 2009, 5th International Workshop on GPR, Granada, Spain, May 27-29, 2009
 
 

GSSI Case Studies

 
 

Magazine Articles Featuring GPR

 
 

.

 

 
 

GSSI Hand Book for Radar Inspection of Concrete

High-Resolution GPR Equipment Designed Specifically to Improve Concrete Structure Inspection

Ballast fouling assessment using 2 GHZ HORN ANTENNAS

Ground-penetrating radar profiles of two Holocene regressive barriers in southern Brazil


GPR - conceito

GPR SIR-3000 da GSSI operando na Antártica com antena de 100 Mhz.

 

 

 
        

    GPR - início da pagina           

 

Principal | Produtos | Prospectos | Fale Conosco

      Copyright © 2017 Alpha Geofisica - Brasil